terça-feira, 6 de julho de 2010

Cartão vermelho: vá para o chuveiro! Ou não?


Imagine que você passou horas para filmar e editar seu último vídeo do YouTube. Poucos dias depois da estreia no site, o vídeo é retirado e você recebe... o quê? Um cartão vermelho por violar as Diretrizes da comunidade? Mas por acaso estamos num jogo de futebol?!

A cada minuto, mais de 24 horas de conteúdo são enviadas para o YouTube, de modo que é impossível verificar os vídeos antes de eles entrarem no ar. É por isso que contamos com os os membros que conhecem as Diretrizes da comunidade (link para visão geral da conta): são eles que sinalizam o a presença de conteúdo que desobedece às regras. Nós analisamos o conteúdo sinalizado e, se houver um vídeo que viola as Diretrizes, excluímos o material e advertimos, na maioria das vezes, o usuário que fez o envio.

Como você pode imaginar, a enorme quantidade de vídeos no nosso site possibilita, às vezes, que seja apitado um lance equivocado. Na semana passada, demos início a um procedimento mais acessível para apelações, que foi projetado para facilitar a contestação de um vídeo que tenha sido retirado e da advertência na conta pela violação das Diretrizes da comunidade. Assim, se considerar que o seu vídeo foi removido por engano, você pode apelar contra a advertência dentro da sua própria conta. Saiba como:

Ao entrar na sua conta, você terá que confirmar o recebimento da advertência. Depois disso, entre nas Configurações da minha conta e apele contra a advertência do vídeo na seção "Gerenciar conta", em "Status da conta". Sua apelação será analisada; se considerarmos que o vídeo não desobedeceu às Diretrizes da comunidade, ele será restaurado e a advertência será removida de sua conta. Nós também enviaremos um e-mail informando o resultado de sua apelação.

No fim das contas, o YouTube é uma plataforma para a liberdade de expressão. Queremos manter o máximo de conteúdo possível no site. Mas tal como no futebol, há regras para permanecer no jogo, com a diferença de que agora você pode argumentar sobre a punição com o juiz do YouTube.

Para saber mais sobre a apelação de advertências, confira esta página (página em inglês) na nossa Central de Ajuda. Não se esqueça de que este novo processo só se aplica em casos de violação das Diretrizes da comunidade. Leia mais sobre advertências de direitos autorais aqui.

Alice Wu, especialista em políticas, assistiu recentemente ao vídeo “Nike Football Write the Future".


6 comentários:

  1. mintira isso o youtube vc nao tem LIBERDADE DE EXPLESÃO NAO E MENTIRA

    ResponderExcluir
  2. ¨As pessoas que perdem tempo em fazer denuncias infundadas de paginas do
    You tub
    por mera Inveja ...

    Aos que nos Denunciam Procurem

    " Paginas do Youtb de Pornografia e Pedofilia "

    de Pedofilia e Crimes , nos deixem em paz, vcs só perdem seu tempo que deveria ser dedicado a atividades que não fossem crime, como destruir patrimônio alheio ...

    " POR MERA INVEJA E FALTA DO QUE FAZER POIS
    O CARATER DE UMA PESSOA VEM DO BERÇO E NÃO DA NET "

    Ops ...

    " a inveja e uma forma incopetente de me adimirar "
    ...

    Senhores metidos a Inteligentes do Google

    porque ate agora nao arrumaram outra forma de sinalizar videos ..
    pois desta forma e so nao gostar da pessoa que sinalizo todos os videos dela ...

    USEM O BOM SENÇO

    ResponderExcluir
  3. ESTA E MINHA DENUNCIA CONTRA O YOUTUBE

    http://www.youtube.com/watch?v=-_txqjJcTf4

    ResponderExcluir
  4. como consigo transformar um video em uma revistafilme interativa( com navegação para links externos)?? existe alguma maneira de conseguir autorização do youtube para desenvolver este projeto? porque só permiter a colocação de links externos para parceiros do youtube. Mas meu projeto é inédito!!! e agora?

    ResponderExcluir
  5. Como colocar vídeos em blogs?
    http://fassdw.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. sei que não é lugar pra colocar esse comentario,mais estava lendo alguns comentarios do yahoo e vi que tem uma moça chamada Patricia que escreveu sobre a Dilma e ofendendo os trabalhadores desse pais como pobre nojentos que se deslocam de seus estados a proucura de emprego e chegando em S.Paulo fazem favelas por não ter onde morar,acredito que essa pessoa nunca soube ser humilde,muito infeliz no seu comentario como tambem chamando enalfabeto,enfim essa moça não acredita em nada,poderia horar mais ou assistir o filme de Chico ou Andre Luiz como exemplo.

    ResponderExcluir